Esclerose múltipla: o tratamento

Após o diagnóstico, a etapa seguinte será estabelecer qual o tratamento da esclerose múltipla (EM) que melhor se aplica a cada caso. Porque não existe ainda uma cura para a EM o tratamento irá muito provavelmente prolongar-se ao longo da vida, dependendo de fatores como: a forma como a doença afeta a pessoa, a intensidade dos sintomas, o tipo de EM e os objetivos do tratamento, quer seja ao nível de saúde ou ao nível pessoal.

Existem hoje vários tratamentos para ajudar não só a gerir os sintomas, mas também para reduzir a progressão da doença. Continue a ler mais sobre a importância do tratamento e quais as opções disponíveis.