Quando começar um tratamento

Quando começar um tratamento

Ainda que se sinta bem e sem qualquer tipo de sintoma, a esclerose múltipla (EM) pode estar ativa. Isto é, podem estar a ocorrer lesões no cérebro. A investigação sugere que começar o tratamento da esclerose múltipla cedo – logo após o diagnóstico – pode ser fundamental na prevenção de danos permanentes no sistema nervoso central (SNC) e para atrasar o desenvolvimento da incapacidade.
 
Lembre-se de que diagnosticar a EM é um processo desafiador e que no início da doença os sintomas podem ser inespecíficos. Por vezes, os sintomas iniciais vão e vêm e a tendência pode ser ignorá-los. Os danos no SNC relacionados com a EM começam na fase inicial da doença e vão-se acumulando, muitas vezes, sem que sejam percetíveis ou tenham sintomas visíveis.

É importante que após o diagnóstico de EM fale com o neurologista sobre as opções de tratamento e sobre qual a que mais se adequa ao seu caso. 

Aproveite para conhecer alguns aspetos importantes acerca do início do tratamento da EM:

Existem fatores importantes que deve considerar sobre o tratamento precoce da EM, ou seja, logo após diagnóstico: 

•    Os danos no cérebro podem começar antes mesmo de sentir qualquer sintoma; 
•    Atuar na fase inicial da doença pode reduzir a incapacidade no longo prazo; 
•    Se tem dúvidas ou preocupações com o tratamento, lembre-se de as discutir com o seu neurologista ou enfermeiro de EM. 
•    Ser participativo e dar indicações sobre a sua qualidade de vida pode ajudar o seu neurologista a escolher o tratamento mais adequado.

Questões que deve equacionar falar com a sua equipa de saúde
•    Como decorre o seu dia-a-dia? É rotineiro e previsível ou agitado e imprevisível?
•    Tem outras condições de saúde?
•    Viaja muito em trabalho ou lazer?
•    Espera constituir ou aumentar a família?
•    Tem um método de administração preferido?

Quanto mais cedo for feito o diagnóstico de EM, mais cedo se pode começar o tratamento. Esta é a mensagem a reter especialmente quando se fala em EM Surto-Remissão (EMSR). Isto porque a investigação demonstrou que o tratamento precoce com terapêutica modificadora da doença (TMD) pode dar melhores resultados se iniciado pouco tempo após diagnóstico.

Assim, o tratamento precoce pode limitar os danos no SNC causados na fase inicial da EM, reduzir os surtos e contribuir para atrasar, no longo prazo, a incapacidade e o impacto da doença na saúde física, emocional e mental.
 
O que pode e deve fazer?
•    Discutir com o neurologista o início do tratamento com uma TMD numa fase precoce da doença, mesmo que se sinta bem; 
•    Independentemente de há quanto tempo vive com EMSR é importante falar com o neurologista sobre a melhor altura para iniciar uma TMD; 
•    Os seus objetivos pessoais e os objetivos do tratamento são importantes. Tenha ambos em atenção na altura de iniciar um tratamento para a esclerose múltipla.