Mindfulness e relaxamento na EM

Mindfulness e relaxamento na EM
Estilo de vida Artigos

Não é pouco frequente as pessoas com EM sentirem alterações de humor e no comportamento. Na verdade, estudos mostram que até 50% das pessoas que vivem com EM podem sofrer de depressão em alguma altura das suas vidas. Ter tempo para cuidar de si é fundamental; ter pausas regulares irá provavelmente tornar mais fácil a gestão de tudo à sua volta. Quer possa tirar um dia inteiro ou apenas alguns minutos, há sempre benefícios em concentrar-se em algo de que goste. 

Qual a importância do mindfulness e do relaxamento?

Cuidar do seu bem-estar psicológico é tão importante como cuidar do seu corpo. Tal como o seu corpo, a sua mente precisa de alguma atenção da sua parte para ajudar a mantê-la em forma. Ignorar a forma como se sente ou tentar fingir que está tudo bem quando não está, são apenas soluções de curto prazo e podem tornar as coisas mais difíceis a longo prazo.
Aceitar que há altos e baixos na sua vida e que não há problema em estar por vezes triste ou zangado é um passo fundamental para se manter bem. Se acha que está com sérias dificuldades em manter uma perspetiva saudável da vida, ou se está a sentir-se particularmente ansioso ou em baixo, fale com o seu neurologista ou enfermeiro de EM sobre as ajudas complementares que estão disponíveis para si.

Mindfulness

Se se sente sobrecarregado no dia-a-dia, o mindfulness pode ser uma maneira eficaz de limpar a sua mente e de o ajudar a concentrar-se nas coisas mais importantes. Há muitas técnicas e guias para começar a usar o mindfulness. Porque não encontrar um lugar calmo e experimentar o seguinte exercício: 

  1. Sente-se ou deite-se numa posição confortável numa divisão ou jardim onde não possa ser perturbado. Relaxe e feche os olhos. Aperceba-se dos sons ao seu redor – baixos, altos, próximos e distantes.
  2. Concentre-se na sua respiração. É profunda ou superficial? 
  3. Concentre-se em abrandar a sua respiração e em fazer inspirações longas e lentas. Contenha a respiração por breves instantes. E agora expire. A cada respiração concentre-se mais no ato de respirar e menos no que o rodeia. 
  4. Quando se sentir relaxado, pense numa coisa que esteja a incomodá-lo. Pense naquilo que a causou, naquilo que a agrava e se puder, pense em algo que possa melhorá-la. Tem de ligar a alguém para falar disso? Se sim, a quem?
  5. Faça um pequeno planeamento daquilo que pode fazer para melhorar a situação, depois tire isso da sua mente e concentre-se no seu corpo – relaxe-o. Depois volte a sua atenção para a sua respiração.
  6. Quando estiver pronto abra os olhos. 
Melhores formas de aliviar o stress

Tire um dia
Quer seja um jogo de golfe, uma sessão de spa, um passeio relaxante à beira-mar ou um dia em casa a ver um bom filme ou uma série – escolha um dia com antecedência e reserve-o para gozar de um pouco de descanso e relaxamento. 

Tire uma hora
Recompense-se frequentemente e reserve uma hora para desfrutar de algo de que gosta. Quer seja ficar de molho na banheira, jogar Sudoku, ou rever o seu filme favorito, planeie tempo para dar um sabor especial ao seu dia. 

Ou apenas cinco minutos
Pare, respire fundo e diga a si mesmo que estes próximos minutos são seus e só seus. Se está em casa ponha a cafeteira ao lume e tire cinco minutos para desligar. Experimente ligar a um amigo para um olá rápido ou para ler o jornal. Se está no trabalho, caminhe no exterior ou procure um lugar calmo em que possa tirar algum tempo sem ser incomodado. Se tem pouco tempo não precisa de deixar o trabalho, tire apenas alguns segundos para se concentrar na sua respiração, já que isto pode ajudá-lo a relaxar.

Da comunidade

HannahA Hannah vive com EM desde os 24 anos. Desde então, já sentiu diferentes emoções, como a incerteza, a ansiedade ou a calma. Ela fala sobre a importância da necessidade que tem de conversar para a ajudar nos períodos em que se sente em baixo, leia mais aqui

Hiperligações úteis