Melhorar a saúde do seu cérebro

image

Tanto o volume cerebral como a reserva cognitiva podem ajudar a proteger as pessoas que vivem com esclerose múltipla contra a progressão da incapacidade física e disfunção cognitiva. Sabe como pode manter o seu cérebro saudável e preservar a sua capacidade cognitiva?

A sua saúde física e a sua saúde cerebral estão interligadas

Cuidar da sua saúde pode ajudar tanto o seu cérebro como o seu corpo a lidar com a EM.

Cuide da sua resistência cardiovascular

  • Manter-se fisicamente ativo é benéfico para a saúde do cérebro e pode até beneficiá-lo através do desenvolvimento da sua estrutura e função. O bom funcionamento cardiovascular está relacionado com o volume cerebral e com a reserva cognitiva em pessoas que vivem com EM.

  • Pode melhorar a resistência cardiovascular com exercícios regulares que aumentam o seu ritmo cardíaco. Não é necessário realizar treinos intensivos como corrida ou aulas de ginástica. Basta praticar exercícios com menos impacto, como jardinagem, dança, caminhadas ou natação. Se achar que perde o equilíbrio, opte por exercícios que possam ser feitos sentado numa cadeira. Mas mais do que tudo, encontre algo que goste!

Verifique a sua pressão arterial

  • Ter a pressão arterial elevada pode aumentar o risco de desenvolver uma doença cardiovascular. A hipertensão arterial também tem sido associada a um menor volume cerebral e a uma maior incapacidade em pessoas que vivem com EM.

  • Ter a pressão arterial elevada não é algo que se aperceba facilmente, a menos que a verifique com o seu médico. A hipertensão arterial pode ter várias causas, como excesso de peso, dietas ricas em sal, atividade física reduzida e ingestão frequente de bebidas alcoólicas. Portanto, manter um estilo de vida saudável e visitar o seu médico regularmente contribui para o controlo da sua pressão arterial.

Evite fumar

  • Fumar pode ter um efeito negativo nas pessoas que vivem com esclerose múltipla por diversas razões. O tabagismo tem sido associado a uma série de consequências, incluindo maior taxa de surtos, aumento da progressão da incapacidade e disfunção cognitiva em pessoas que vivem com esclerose múltipla em comparação com não-fumadores. Fumadores com SCI (síndrome clínica isolada*) são quase duas vezes mais propensos a desenvolverem lesões do que os não-fumadores com SCI e apresentam um maior risco de evoluírem para EM clinicamente definida.

  • Obter apoio da família e dos amigos informando-os que está a tentar deixar de fumar, pode ajudá-lo(a) a parar de fumar. Pode também conversar com o seu médico para obter ajuda e conselhos.

Tenha cuidado com a ingestão de bebidas alcoólicas

  • A redução do consumo de bebidas alcoólicas está associada a um conjunto de benefícios para a saúde, por exemplo, pode reduzir significativamente a ingestão de calorias e reduzir o risco de contrair doenças. Também pode ser especialmente benéfico para as pessoas que vivem com esclerose múltipla. Há evidências de que o elevado consumo de bebidas alcoólicas (seja atualmente ou no passado) pode reduzir a esperança de vida das pessoas que vivem com esclerose múltipla.

  • Um bom começo é tentar entender se está a beber muito. Pode fazer isso usando calculadoras de quantidades que estão disponíveis na internet.  O consumo semanal recomendado de bebidas alcoólicas varia de país para país.

Controle o seu peso

  • A obesidade é um fator de risco para várias doenças graves como, por exemplo, diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e acidentes vasculares cerebrais. A obesidade também tem sido associada a uma menor qualidade de vida e a distúrbios psicológicos. A obesidade tem sido associada a um maior número de lesões em pessoas que vivem com EM.

  • Viver com EM, por vezes, dificulta a perda de peso ou, em alguns casos, o ganho peso. Também pode dificultar a preparação das refeições e a realização de exercícios físicos. Se está a tentar perder peso, é importante evitar dietas radicais e, alternativamente, estabelecer metas atingíveis. É melhor fazer alterações que funcionem para si e manter-se numa dieta saudável, fazendo exercício físico com frequência. Planear as refeições para a semana seguinte também pode ajudar.

Manter o seu cérebro ativo

Tanto as atividades físicas como as atividades que o fazem pensar e desafiar o seu cérebro, podem ajudar a melhorar a sua capacidade cognitiva. Este tipo de atividades demonstraram reduzir a disfunção cognitiva na EM, quando realizadas durante a vida toda. Por isso tente ter tempo para estas atividades todos os dias!

Questão

Manter o meu cérebro ativo é a melhor maneira de cuidar da minha saúde cerebral.

Escolhas

Barbara Stensland

Questão

Com qual dos seguintes aspetos da sua saúde e bem-estar está mais preocupado que possa ter um impacto potencial na sua EM?

Escolhas

Ligações

Ligações inválidas

Um estilo de vida saudável para o cérebro significa cuidar da sua saúde geral e participar em atividades que desafiam o seu cérebro. A maioria dos fatores que podem afetar a sua saúde estão interligados, por exemplo, excesso de peso, inatividade, tabagismo e ingestão de demasiado álcool, todos aumentam o risco de contrair várias doenças graves, como doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2.

Ligações

Ligações inválidas

Alguns destes fatores também estão relacionados com determinadas consequências de quem vive com EM, como a diminuição do volume cerebral, aumento da progressão da incapacidade e problemas cognitivos.

Ligações

Ligações inválidas

Se se preocupa com a proteção da sua saúde cerebral ou pretende saber mais, fale com o seu médico.