Introdução à EM

Introdução à EM

Types of MS

A esclerose múltipla (EM) afeta cerca de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo. E porque cada pessoa sente a EM de modo diferente, não existem regras rápidas e definitivas sobre o que a vida com a doença irá significar para si. Contudo, sabemos que a EM é uma doença neurológica que afecta as células do sistema nervoso central (SNC), que é constituído pelo cérebro e medula espinal. 

O SNC é o principal centro de controlo do seu corpo; controla a maioria das coisas que o seu corpo faz, desde respirar a pensar. As células do SNC que tornam tudo isto possível denominam-se “neurónios” (conhecidos também por “células nervosas”). 

CNS

Factos rápidos

Segue-se um breve resumo do que acontece ao cérebro na EM. Se quiser saber mais, explore a informação abaixo. 

  • A EM causa danos no seu sistema nervoso central (SNC) e faz com que os sinais não se desloquem com a mesma rapidez ao longo dos seus neurónios.
  • O SNC controla a maioria das coisas que o seu corpo faz, por isso as pessoas que vivem com EM podem ter uma grande variedade de sintomas.
  • Os sintomas variam desde problemas de mobilidade a problemas de visão, fadiga extrema e dificuldade em pensar, mas estes são apenas alguns exemplos.
A função do sistema imunitário

O sistema imunitário normalmente ajuda o seu corpo a combater as bactérias, vírus e outros agentes estranhos que tentam atacar o seu organismo. Atualmente não se sabe porquê, mas a EM causa alterações no sistema imunitário. Quando se tem EM, parte do seu sistema imunitário ataca as suas próprias células saudáveis no SNC. 

É esta resposta anormal que danifica o revestimento que envolve as suas células nervosas – designado por mielina. 

Porque é que os danos na mielina causam sintomas?

Normalmente, este revestimento de mielina ajuda os sinais a moverem-se rapidamente ao longo das suas células nervosas. Este inteligente sistema de mensagens é responsável por todos os movimentos que faz, por cada sensação que tem e por cada pensamento. 
No entanto, quando a mielina é danificada pela EM, os sinais que viajam ao longo das suas células nervosas abrandam – um pouco como remover o revestimento à volta dos fios elétricos. Este dano afeta as mensagens (ou impulsos nervosos) importantíssimas que dizem às outras partes do corpo o que fazer. 

Uma vez completamente destruída a mielina à volta do nervo, os sinais podem ficar completamente bloqueados. Isso significa que as mensagens entre o seu cérebro e o resto do seu corpo podem ser afectadas, e é essa perturbação que acaba por levar aos vários sintomas da EM. Também é por isso que os sintomas da EM podem ser tão imprevisíveis, porque não há forma de saber que mensagens serão afetadas. 

Observe no diagrama abaixo de que modo os seus sinais nervosos podem ser afectados na EM: 

Introduction to MS nerve signals

Lesões

As áreas do SNC nas quais a mielina tenha ficado danificada ou tenha desaparecido designam-se por lesões ou placas. Dependendo da localização da lesão, poderá não ter sintomas. Por exemplo, uma lesão no seu nervo ótico pode causar problemas de visão, enquanto outras lesões podem passar despercebidas por muito mais tempo. Estas são denominadas lesões silenciosas, e apenas uma técnica de imagiologia médica chamada ressonância magnética (RM) consegue detetá-las no SNC. 

Saiba mais sobre os exames de RM aqui.

Quais são os diferentes sintomas da EM?

Uma vez que o SNC controla a maior parte das funções do corpo, as pessoas que vivem com EM podem ter uma grande variedade de sintomas. Tente lembrar-se de que todas as pessoas que vivem com EM são diferentes e irão ter diferentes sintomas. É muito improvável que uma pessoa tenha todos os sintomas abaixo.
Alguns destes sintomas físicos incluem: 

icons

  • Cansaço extremo (fadiga)
  • Dormência e formigueiros
  • Problemas de visão 
  • Alterações no andar e no equilíbrio
  • Fraqueza e rigidez musculares
  • Tremores
  • Problemas na fala e na deglutição
  • Alterações na bexiga e no intestino
  •  Disfunção sexual 

Problemas no raciocínio e memória (por vezes agrupados como cognitivos problemas) também são frequentes em pessoas que vivem com EM. Alguns exemplos também incluem problemas na: 

icons

  • Atenção 
  • Concentração
  • Resolução de problemas 
Hiperligações úteis